Fisioterapia no trabalho

Fisioterapia no trabalho

Atualmente é indubitável que o Homem passa a maior parte da sua vida em ambiente laboral, estando exposto a grandes cargas horárias e níveis de stress elevados. A execução de trabalhos com movimentos repetitivos, que exigem um elevado esforço físico e/ou posturas incorretas são factores de risco para tensões mecânicas nos músculos, ligamentos e articulações. Desta forma, podem ocorrer lesões incapacitantes e de grande desconforto para o trabalhador.

O fisioterapeuta é responsável por avaliar, prevenir e tratar os distúrbios ou lesões decorrentes das atividades laborais. As intervenções podem ser variadas tais como: palestras sobre educação postural, realização de um programa de exercícios terapêuticos e melhoria da biomecânica das tarefas no posto de trabalho.

O fisioterapeuta evita queixas e dores físicas no trabalhador, contribuindo para a melhoria da sua qualidade de vida e bem-estar. Consequentemente o desempenho e a produtividade do trabalhador sofre uma melhoria. Por outro lado a entidade patronal não sofre de ausências por baixa médica de longa duração e reduz os gastos em saúde.

A melhoria da saúde, bem-estar e qualidade de vida dos trabalhadores de uma organização empresarial são importantes em todas as áreas da empresa, desde o profissional envolvido na produção até à administração.

A fisioterapia revela-se extremamente necessária no acompanhamento da saúde do trabalhador baseado em alguns componentes, entre eles a ergonomia, a biomecânica e atividade física. Atua na prevenção, recuperação e manutenção da saúde do trabalhador.
Informe-se com o seu fisioterapeuta, evite as lesões no trabalho!

Artigo redigido por Fisioterapeuta Bruno Vale.