Menopausa: as alterações na sua pele

Menopausa: as alterações na sua pele

A menopausa é o período fisiológico após a última menstruação espontânea da mulher. Não existe idade exata para a ocorrência deste fenómeno biológico, sendo que na maioria das mulheres ocorre entre os 40 e 60 anos de idade.

Os sinais reveladores desta etapa são: afrontamentos, dores nos seios, mudanças de humor repentinas, cansaço, menor desejo sexual, secura vaginal, aumento da vontade de urinar e alguma incontinência urinária.

Relativamente ao sistema tegumentar (pele), as principais alterações são: pele desidratada; rugas mais profundas e numerosas; maior fragilidade da pele; perda de firmeza e luminosidade; maior tempo de cicatrização pós-lesão; hiperpigmentação (aparecimento de manchas escuras).

As alterações na pele na menopausa devem-se à diminuição da produção de estrogénios e de DHEA (desidroepiandrosterona). Para além de provocar a diminuição de colagénio e elastina, o declínio destas hormonas também afeta a renovação celular, tornando a pele mais fina. Além disso, na menopausa há uma diminuição da quantidade de gordura subcutânea e da produção de sebo (tornado a pele menos densa, seca e desnutrida).

Existem alguns tratamentos de rejuvenescimento facial, tais como:
• Peeling químico – tratamento que atua a nível da epiderme e promove uma renovação das células cutâneas superficiais. Tem uma ação hidratante, diminui a profundidade das rugas e elimina a hiperpigmentação.
• Microagulhamento – procedimento que consiste no deslizamento de um rolo portátil coberto de finas agulhas que realizam perfurações na pele. Este tratamento promove a formação de novas fibras de colagénio, dá firmeza e sustentação à pele e disfarça as rugas e linhas de expressão.
• Mesoterapia – microinjeções com poder revitalizante, ação hidratante e efeito rejuvenescedor.
• Radiofrequência – a nível facial, a radiofrequência tem um efeito lifting, atuando sobre as rugas e linhas de expressão assim como na flacidez dos tecidos.

Além destes tratamentos, existem outros hábitos que ajudam a manter a pele saudável e retardar o seu envelhecimento, sendo eles:
• Ter uma alimentação equilibrada (rica em ómega 3, vitaminas, minerais e fibras);
• Beber entre 1,5 a 2L de água por dia;
• Evitar duches e/ou banhos de água quente;
• Retirar sempre a maquilhagem antes de dormir;
• Evitar a exposição solar excessiva e usar sempre protetor solar;
• Usar cosméticos adequados à sua pele (dar preferência aos que contém vitamina C, ácido hialurónico, silício, ácido retinóico, entre outros);
• Fazer exercício físico;
• Cortar nos maus hábitos (álcool e tabaco são grandes vilões para a sua pele);
• Ter uma boa rotina de sono.

Artigo redigido por Fisioterapeuta Inês Malheiro.